Somos todos alienados

No senso comum, a gente costuma chamar de alienadas aquelas pessoas que aparentemente ignoram voluntária ou involuntariamente fatores de natureza política, econômica ou social que interferem diretamente em suas vidas.

Do alto de sua ilusória consciência supostamente esclarecida, o sujeito levanta o dedinho indicador na mesa de jantar e dispara:

— O Brasil está assim porque a população é alienada.

Aham… Você não, né, cara-pálida?

Somos TODOS alienados.

Se nós simplesmente levássemos em consideração a descoberta freudiana do Inconsciente, isso já seria o suficiente para chegarmos a tal conclusão.

Por natureza, nenhum de nós está ciente de toda a série de raciocínios e articulações de ideias que ocorrem nos bastidores da nossa alma e que comandam nossa conduta.

É por isso que a gente faz análise: para perceber o quanto somos alienados enquanto acreditamos gozar de autonomia e liberdade.

O psicanalista francês Jacques Lacan foi um dos autores que mais enfatizaram essa descoberta da Psicanálise.

Na tentativa de formalizar teoricamente as razões pelas quais sofremos, por natureza, dessa ignorância em relação a nossas próprias motivações, Lacan propôs, em 1964, que tomássemos a ALIENAÇÃO como uma operação necessária, isto é, inevitável, no processo em que nos tornarmos humanos.

Sim, nós não nascemos efetivamente HUMANOS.

Originalmente, somos apenas filhotinhos de Homo sapiens.

A transformação desse pequeno mamífero primata em um humano dependerá fundamentalmente da inscrição dele naquilo que Lacan chama de “campo do Outro”, isto é, na cultura, no mundo social.

Por exemplo: para nos tornarmos humanos precisamos necessariamente receber um nome que O OUTRO nos dá, somos vestidos com roupas que O OUTRO escolhe, precisamos aprender o idioma DO OUTRO e somos obrigados a nos adaptar à cultura DO OUTRO.

Em outras palavras, se quisermos nos tornar humanos (e não temos alternativa a não ser a morte), precisamos fatalmente nos ALIENARMOS…

Quem está na CONFRARIA ANALÍTICA receberá ainda hoje uma AULA ESPECIAL em que comento detalhadamente como Lacan trabalha a alienação como primeira operação de constituição do sujeito.


Participe, por apenas R$39,99 por mês, da CONFRARIA ANALÍTICA, uma comunidade exclusiva, com aulas semanais ao vivo comigo, para quem deseja estudar Psicanálise de forma séria, rigorosa e profunda.

➤ Adquira o meu ebook “Psicanálise em Humanês: 16 conceitos psicanalíticos cruciais explicados de maneira fácil, clara e didática”

➤ Adquira o meu ebook “O que um psicanalista faz?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s