“Você não tem motivo para estar em depressão”

Outro dia uma paciente me disse que ouviu da parte de um familiar a seguinte pérola:

“Você não tem motivos para estar deprimida. Tem casa, filhos, marido, uma boa situação financeira… Não tem motivo para estar assim”.

Muitos de vocês provavelmente já escutaram coisas semelhantes.

Trata-se de uma visão completamente equivocada que o senso comum possui acerca de como funciona um episódio depressivo.

Muita gente acredita que uma depressão só é “verdadeira” se for uma resposta a situações adversas claramente observáveis.

Na realidade, é justamente o oposto.

Veja: se, por exemplo, uma pessoa pobre e desempregada, com 3 filhos pequenos, fica triste, desanimada e com vontade de colocar um ponto final na própria vida depois de perder todos os seus pertences e sua casa após uma enchente, essa pessoa não está, a rigor, com depressão.

Ela está simplesmente respondendo naturalmente à situação trágica e caótica na qual se encontra.

Essa pessoa não necessita de terapia e antidepressivo.

Claro, um acolhimento psicológico pode ser útil, mas o que ela precisa de fato é de ASSISTÊNCIA SOCIAL, ou seja, emprego, um lugar para morar e apoio para reconstruir a própria vida.

Acho que você já entendeu aonde quero chegar.

O que caracteriza um padrão de comportamento marcado por tristeza constante, desânimo e eventuais pensamentos de autoextermínio como depressão é JUSTAMENTE o fato de ele se manifestar na AUSÊNCIA de situações que o tornariam compreensível.

Em outras palavras, toda pessoa que está realmente deprimida APARENTEMENTE não tem motivos para estar tão para baixo.

Depressão é justamente isso: tristeza e desânimo sem motivo APARENTE.

Se eu grifo as palavras “aparentemente” e “aparente” é porque, na verdade, existem, sim, bons motivos para que o indivíduo esteja vivenciando um episódio depressivo.

O problema é que tais motivos não são óbvios, explícitos, claros.

Na maioria das vezes, nem o próprio deprimido tem consciência deles.

Para enxergá-los, é preciso ter OLHOS PARA VER E OUVIDOS PARA OUVIR.

E é fazendo terapia que a gente desenvolve esse olhar e essa escuta…


Participe, por apenas R$39,99 por mês, da CONFRARIA ANALÍTICA, uma comunidade exclusiva, com aulas semanais ao vivo comigo, para quem deseja estudar Psicanálise de forma séria, rigorosa e profunda.

➤ Adquira o meu ebook “Psicanálise em Humanês: 16 conceitos psicanalíticos cruciais explicados de maneira fácil, clara e didática”

➤ Adquira o meu ebook “O que um psicanalista faz?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s