Você tem vivido em função das mentiras nas quais acreditou quando era criança?

Imagine que eu peça a você que execute a seguinte tarefa:

– Localize em seu computador todos os arquivos que foram deixados nele por um gnomo travesso.

Ainda que você se esforçasse bastante, jamais conseguiria atender esse pedido pela simples razão de que ele está fundamentado numa premissa falsa: a de que existem gnomos.

A formulação da tarefa pode até fazer sentido. Afinal, volta e meia você procura arquivos no seu computador.

O problema é a premissa de que os arquivos a serem localizados foram colocados por um gnomo.

Se você acreditasse nela, passaria horas e horas inutilmente pesquisando em sua máquina.

E é exatamente esse desperdício de tempo e energia que está em jogo na vida de muitos de nós quando vivemos em função de premissas falsas que encontramos na infância.

Vejamos, por exemplo, o drama de um jovem que desde criança foi levado a acreditar na falsa premissa de que precisa ser como seu pai para ser um “homem de verdade”.

Ora, a menos que tenha a oportunidade de fazer terapia, esse sujeito passará a vida inteira se esforçando inutilmente para se tornar “um homem de verdade”.

Trata-se de uma busca inútil porque ele NUNCA conseguirá se sentir verdadeiramente à vontade com sua condição masculina pela simples razão de que ele a atrelou a uma premissa falsa.

Por mais que se torne parecido com seu pai, sempre restará em seu íntimo a suspeita de que tal semelhança foi obtida às custas de muito esforço e, portanto, não é espontânea e autêntica.

O mesmo acontece com aquela mulher que ouviu reiteradamente quando criança que não deveria ter nascido e que seu nascimento só trouxe problemas para a família.

Acreditando nessa falsa premissa, tal pessoa passará a vida inteira tentando provar para o mundo e para si mesma que tem valor e que mereceu a “oportunidade” de ter nascido.

Tem muita gente por aí tentando localizar arquivos espalhados por gnomos sem parar um minuto sequer para pensar que tais seres não existem…

Na Psicanálise somos convidados justamente a questionar as premissas nas quais baseamos toda a nossa vida e, não raro, percebermos a falsidade delas.


Participe, por apenas R$39,99 por mês, da CONFRARIA ANALÍTICA, uma comunidade exclusiva, com aulas semanais ao vivo comigo, para quem deseja estudar Psicanálise de forma séria, rigorosa e profunda.

➤ Adquira o meu ebook “Psicanálise em Humanês: 16 conceitos psicanalíticos cruciais explicados de maneira fácil, clara e didática”

➤ Adquira o meu ebook “O que um psicanalista faz?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s