Precisamos tomar cuidado com a banalização da discussão sobre o suicídio. Na contramão das piegas mensagens motivacionais, a Psicanálise trata o problema com a seriedade que ele merece.

No Brasil, desde 2015 temos utilizado o mês de setembro para intensificar a divulgação de informações sobre suicídio.

Trata-se da campanha “Setembro Amarelo”, que busca combater falsas crenças relacionadas ao problema e estimular a adoção de medidas que possam contribuir para evitar a ocorrência do autoextermínio.

A Psicanálise pode nos ajudar a compreender os determinantes psíquicos do ESPECTRO SUICIDA, isto é, o conjunto de manifestações que vão desde um desejo ocasional de morrer até a consumação do ato.

Uma das descobertas fundamentais feitas pelos psicanalistas que estudam rigorosamente o tema é a de que um ato suicida geralmente tem PROPÓSITOS conscientes e inconscientes que estão para-além da simples vontade de se matar.

Em outras palavras, a tentativa de acabar com a própria vida quase sempre tem um SIGNIFICADO SIMBÓLICO, que deve ser buscado em certas FANTASIAS conscientes e inconscientes nutridas pelo sujeito.

Outra descoberta fundamental é a de que o desejo consciente de morrer frequentemente está atrelado a um desejo inconsciente de sobreviver à tentativa de auto-extermínio:

O psiquiatra e psicanalista inglês Robert Hale conta que um de seus pacientes tentou se matar ingerindo exatos 199 comprimidos de aspirina.

Quando perguntado por que não havia tomado a 200ª. pílula, o sujeito (que, não por acaso, trabalhava com estatística…) disse que o comprimido havia caído no chão e, portanto, poderia haver germes nele.

Na aula especial que os membros da CONFRARIA ANALÍTICA receberão ainda hoje (sexta-feira) falarei, dentre outras coisas, sobre:

– A compreensão psicanalítica do suicídio como um acting-out.

– Os 3 tipos de personalidade que costumam ser mais propensos ao comportamento suicida.


Participe, por apenas R$39,99 por mês, da CONFRARIA ANALÍTICA, uma comunidade exclusiva, com aulas semanais ao vivo comigo, para quem deseja estudar Psicanálise de forma séria, rigorosa e profunda.

➤ Adquira o meu ebook “Psicanálise em Humanês: 16 conceitos psicanalíticos cruciais explicados de maneira fácil, clara e didática”

➤ Adquira o meu ebook “O que um psicanalista faz?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s